Setembro vai-se alongando. As árvores balançam de tarde. Está mais fresco e os dias são suaves e tristes. Embalo Francisca, uma sombra cai e suja sua pele branca. Meu rosto no espelho cansado. Livros que não leio nas estantes. Consolo seu corpo pequeno, seu choro apaga-se no meu peito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s